histórico

  • Ano da idealização do Órion Parque Tecnológico, que foi liderado pelo então Presidente da ACIL, Dr. Roberto Rogério do Amaral, juntamente com Nelissa Gevaerd Colossi Branco e Valmir Tortelli, empresários da área de tecnologia.

  • Formação do Núcleo de Tecnologia da Informação da ACIL, com o intuito de dar suporte a esta proposta e focado na estruturação e elaboração de um projeto.

  • Definição e início das negociações quanto ao terreno utilizado para a construção do Parque Tecnológico. Um terreno de mais de 90 mil metros quadrados, apenas 800 metros do centro da cidade e ao lado do Instituto Federal (IFSC).
  • Paralelamente a esse processo, a ACIL solicitou ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina, através de seu Laboratório de Projetos, o desenvolvimento de estudos técnicos e arquitetônicos.

  • A Embrapa deliberou em assembléia, a venda do terreno para Prefeitura Municipal de Lages. Começaram as tratativas para viabilização de recursos para efetivar a compra.

  • O Governo do Estado através do então secretário de Agricultura Antônio Ceron garante o recurso de 250 mil para aquisição do terreno em parceria com a Prefeitura de Lages na gestão do Prefeito Renato Nunes de Oliveira, a municipalidade que contribuiu com mais 250 mil efetivaram a compra e o terreno foi escriturado em 04/mar/2011.
  • O Governador Raimundo Colombo assinou um convênio para repasse de R$ 5 milhões, através da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina – FAPESC (entidade comandada pelo lageano Sérgio Gargioni) para a elaboração do projeto final e da construção do prédio central. A Prefeitura ficou responsável pela contrapartida de R$ 1,2 milhão.
  • Com o intuito de promover a cultura inovadora foi criado sobre a liderança do Dr. Roberto Amaral o Instituto Órion composto de um conselho de 13 membros e com a união do governo, empresários e academia formando a tríplice hélice.

  • Em agosto de 2012 foi realizada na Associação Empresarial de Lages (ACIL), a cerimônia de lançamento do Órion Parque neste evento várias empresas assinaram carta de intenção para se instalarem.
  • A Fundação Certi desenvolveu um estudo para viabilizá-la a implantação do Órion Parque na região serrana, este trabalho contemplou o ecossistema de inovação e os atores que vão contribuir para que este sonho se torne realidade.

  • No dia 19 de julho de 2013, na ACIL na administração do prefeito Elizeu Mattos foi assinado a ordem de serviço para construção do prédio central.
  • O Instituto Órion é declarado utilidade pública pela oficialização da Lei 3978 de setembro de 2013.
  • A Prefeitura do Município de Lages aportaram recursos para iluminação externa e obras de saneamento no valor aproximado de 900 mil reais, preparando assim o Parque Órion para futuros investimentos empresariais.

  • Em junho de 2016, está sendo entregue a comunidade o Centro de Inovação do Órion Parque uma parceria do Governo do Estado, Prefeitura do Município de Lages e o Instituto Órion com mais de 4 mil metros quadrados com a principal missão de incentivar a cultura inovadora e promover o desenvolvimento da região serrana.