sobre

Conceito

Parque Tecnológico é uma estrutura fundamentada em conceitos que tendem aproveitar ao máximo os recursos disponíveis para seu funcionamento, independente do segmento/espécie, científico, natural, tecnológico ou humano, um conceito que surgiu mundialmente a partir da década de 90.

A conjuntura de um parque tecnológico consiste em concentrar serviços e equipamentos de uso comum das empresas constituintes, criando uma economia de espaços e recursos humanos. Assim, é possível gerir setores jurídicos, de tecnologia da informação, de manutenção do parque e administração de bens, da administração geral do parque, que é uma englobadora de serviços comuns.

Histórico

Em 2007, empresários da área de tecnologia de Lages, levaram para a Diretoria da ACIL a ideia de um Parque Tecnológico para a nossa região.

Para dar suporte a essa arrojada proposta, foi criado em 2008 o Núcleo de TI na entidade, focando na estruturação e elaboração de um projeto.

Muitos questionamentos surgiram e a primeira definição foi quanto ao terreno para construção do Polo Tecnológico, que seria pleiteado junto a Embrapa, pois estava em comodato com a EPAGRI.

Com o envolvimento de muitas mãos e a boa vontade de todos, foi iniciada em 2009, as negociações para compra do terreno.

Paralelamente a esse processo, a ACIL solicitou ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina, através de seu Laboratório de Projetos, o desenvolvimento de estudos técnicos e arquitetônicos.

Com a conclusão dos estudos, pode-se ter a dimensão de um projeto dessa natureza, que visa uma melhor gestão dos recursos naturais, através de um desenho arquitetônico que utilize de maneira harmônica da topografia do terreno, da insolação, dos ventos, da vegetação existente e dos ciclos das chuvas. Mesmo sabendo que haveria um longo caminho a ser percorrido entre esses estudos preliminares e a obra realizada, ainda assim, uma parte já havia sido vencida.

Em 2010 a Embrapa deliberou em assembleia, a venda do terreno para Prefeitura Municipal de Lages. Começaram as tratativas para viabilização de recursos para efetivar a compra.

Após muitas articulações, com inúmeras idas e vindas, o Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Lages efetivaram a compra e o terreno foi escriturado em 04/mar/2011.

Os recursos para a construção do complexo apresentam-se como outro desafio a ser superado.

Em maio/2011, o Governador Raimundo Colombo visitou Parques Tecnológicos na Europa e focando sua atenção na inovação tecnológica e na busca ideias inovadoras, criou o Programa Inova@SC que objetiva planejar e executar o desenvolvimento, estruturação, implantação e gestão do Sistema de Inovação e Empreendedorismo de Santa Catarina através da Rede de Parques Tecnológicos e Clusters de Inovação onde o Órion Parque está inserido, sendo o benchmarking para os outros Parques Tecnológicos que estão sendo planejados no Estado.