fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Valorização dos produtos regionais foi tema de conversa entre entidades e pesquisadores

Com a finalidade de obter diversas visões acerca de Identidade Geográfica (IG), Indicação de Procedência (IP) e Denominação de Origem (DO) para o desenvolvimento sustentável, o Instituto Orion, em parceria com a “Rede de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável: Patrimônio Cultural e Identificação Geográfica”, promoveu na última sexta-feira (24), um Workshop na cidade de Urubici, com foco em salientar os potenciais produtos que da região e do estado, com características e condicionalidades para IG.

O evento contou com uma palestra do Presidente do Instituto Orion, Dr. Roberto Amaral, do chefe do departamento de Diálogos Sociais da Secretaria Nacional de Articulação Social da Presidência da República, Dr. João Mendes da Rocha Neto, além de representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Para colaborar com o debate, o Workshop também contou com a presença de um representante do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), que falou sobre colaborações acerca da formação da IG do queijo serrano, um dos produtos característicos do território. A valorização deste e outros produtos foram um dos temas centrais do evento.

O Órion Parque Tecnológico, anfitrião do evento, também participou da reunião de organização do VI Workshop Catarinense de Indicação Geográfica (WCIG) que acontecerá em agosto deste ano, em Joinville. “Estar presente nestes atos de extrema importância para a região evidencia a valorização da nossa terra e de tudo o que é produzido aqui. A Serra Catarinense oferece produtos de ótima qualidade e tudo isso agrega valor no mercado”, afirmou Dr. Roberto Amaral.

Entrevista: Silviane Brum

Para mais informações: imprensa@orionparque.com / (49) 3099 9408

Sem comentários
Poste um Comentário