fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Representantes do Instituto Órion relatam a diretoria da ACIL o primeiro ano de atividades do parque tecnológico

O Órion Parque nasceu do sonho de alguns empresários da área de tecnologia com o apoio e suporte da ACIL para concretização deste projeto. Após um ano da inauguração deste Parque Tecnológico, a diretoria da ACIL recebeu Roberto Amaral, presidente do Instituto Órion, e Claiton Camargo, diretor executivo, que repassaram informações referentes ao primeiro ano de funcionamento do parque.

O presidente do Instituto Órion, relembrou que a ideia de um parque tecnológico para Lages foi apresentada a ele em 2007, quando era presidente da ACIL e, logo, conseguiu o apoio do Governo do Estado, da Prefeitura de Lages e do então secretário de Agricultura, Antonio Ceron, para a viabilização do projeto.

O Órion Parque é considerado referência em inovação. Foi o primeiro dos 13 Centros de Inovação e Tecnologia de Santa Catarina projetados no Governo Raimundo Colombo a ser inaugurado e tem como objetivos fomentar a inovação e apoiar o desenvolvimento de uma ideia, um projeto ou um negócio. Para o diretor executivo do Instituto Órion, trabalhar com inovação é um grande desafio, pois muitas pessoas confundem inovação com tecnologia. “Um projeto de inovação pode ser de qualquer área de conhecimento”, explicou ele.

A escolha das empresas para integrar o Órion Parque se dá através de chamada pública e podem ser por meio da Incubadora, Coworking, Projetos Inovadores, PD&I, Concessão de Terreno, Empresas Virtuais ou Programas de apoio ao desenvolvimento de projetos e ideias, como o Genesis e o Reuni. Camargo relatou que, atualmente o Órion Parque conta com 3 empresas incubadas, 12 empresas virtuais, 2 projetos inovadores, 3 empresas âncoras além de 21 empresas que já confirmaram sua inserção no parque.

Texto: Acil

Sem comentários
Poste um Comentário