fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Conecta Agro fortalece parcerias entre setor agrícola e startups do Orion Parque

 

Com o maior número de startups incubadas no Orion Parque Tecnológico, o setor do agronegócio é um dos que mais geraram negócios escaláveis nacionalmente nos últimos anos. Prova disso são números do 2º Censo AgTech Startups Brasil, realizado numa parceria entre a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (USP) e o hub focado no ecossistema do Agronegócio AgTechGarage, de Piracicaba (SP).

Atualmente, já são mais de 180 startups no país dentro do setor – 6% desse total apenas em Santa Catarina, um dos quatro principais estados em números gerais. É olhando para esses dados que o Instituto Orion e o Gênesis, Escritório de Negócios do Orion Parque, criaram o projeto Conecta Agro.

A ideia é conectar produtores rurais com startups inovadoras e tecnológicas da Serra Catarinense, propiciando um ambiente favorável para a solução das reais necessidades do campo através da inovação. A proposta é diminuir as distâncias entre as demandas/oportunidades do campo com as tecnologias e pesquisas desenvolvidas, tanto pelas startups como pelo ambiente acadêmico da Serra.

Terrestre prevê expandir negócio para todo Brasil

Robson Thiago Zanandréia é empreendedor. Começou com a Terrestre, empresa que funciona como um market place para a comercialização de produtos agroecológicos, no final de 2017. Entrou no Orion pelo programa OrionLab em janeiro de 2019.

Para ele, o Conecta Agro é uma ponte fundamental para o desenvolvimento do setor agro. “O Conecta é uma proposta que nos ajuda a conhecer iniciativas de startups que já estão acontecendo aqui no Orion, que muitas vezes podem gerar um intercâmbio entre os negócios e as ideias que a gente não sabia que podíamos ter. Outra coisa valiosa é podermos nos desenvolver como empreendedor, melhorando nossos negócios, recebendo feedback dos outros empreendedores e tendo contato com feiras, exposições e lugares onde pessoas podem ter interesse no nosso mercado”, afirmou Robson.

A plataforma Terrestre busca facilitar o restabelecimento das relações entre as pessoas envolvidas nas cadeias de consumo e delas com a Terra, fornecendo uma plataforma online para intercâmbio de informações e produtos entre produtores, intermediadores e consumidores socio-ambientalmente responsáveis.

“A Terrestre oferece toda estrutura de informação para que os consumidores encontrem os produtores que atendem os critérios de consumo deles e também para que os produtores consigam disponibilizar diretamente para quem tem interesse, dispensando assim intermediários que elevam o preço tanto para o produtor como para o consumidor final. A ideia é facilitar a vida para todo mundo. O site utiliza esse intercâmbio de ideias”, resumiu Robson.

No Orion, cerca de 30% no setor agro

Oito das 29 empresas incubadas no Orion Parque tem alguma ligação com o setor do agronegócio. São quase 30% de todo o espectro de empresas residentes. Para o coordenador do Gênesis, Gil Pletsch, a ação de Conecta Agro é estratégica para fomentar o setor, não só do parque tecnológico, mas com todos que tenham ideias empreendedoras na área. “Quem está fora e já tem uma startup pode vir também. Esse é o maior grupo de startups temáticas no Orion Parque, e queremos com isso promover encontros para o grupo se consolidar, validando pitches e reforçando um verdadeiro conceito de hub”, comentou Gil no primeiro demoday da iniciativa de apresentação do Conecta Agro, realizada na sexta-feira (29/03), no Orion Parque. A próxima iniciativa de validação das apresentações será na sexta-feira (05/04).

A primeira ação do Conecta Agro será na Expofeira de Campo Belo do Sul (SC), nos dias 26 e 27 de abril. Na oportunidade, quatro startups do setor, já incubadas no Centro de Inovação, apresentarão suas criações e soluções propostas para problemas enfrentados pelos produtores. O demoday tem objetivo para preparar as apresentações das empresas, facilitando a comunicação e melhorando a forma de entendimento do público sobre as demandas que os empreendedores oferecem.

 

Sem comentários
Poste um Comentário