fbpx

✅ Redes Sociais

🌎 Mapa

Blog

Quiron Agrodigital conquista primeiro lugar na banca de Aceleração InovAtiva 2.2020

Melhor startup agro do maior programa de aceleração de startups da América Latina, startup residente no Orion já tem clientes internacionais

Participando do InovAtiva 2020.2, maior programa de Aceleração de Startups do país, a Quiron Agrodigital, startup residente no Orion Parque, conseguiu um excelente resultado, com o primeiro lugar na Banca de Agronegócio na aceleração 2020.02, que começou em meados de setembro, de forma totalmente online. O resultado saiu ontem (14), no encerramento e premiação das startups destaques do Experience 20.2, no YouTube do InovAtiva.  

Focada do agronegócio, a Quiron Agrodigital provê uma solução remota e automatizada para monitoramento de ocorrência de pestes, doenças e incêndios florestais, usando imagens de satélite e tecnologias de visão computacional que possibilita os gestores mais assertividade e precisão em suas tomadas de decisão nas operações a campo.

A startup começou no ano de 2018, já incubada no Centro de Inovação do Orion Parque Tecnológico, e desde lá tem acumulado conquistas e bons resultados em oportunidades de investimentos e programas de capacitação do negócio empreendedor.  No mesmo ano, a Quiron foi aprovada no Sinapse da Inovação, promovido pelo Governo do Estado de Santa Catarina. 

De lá para cá, também teve a oportunidade de fazer parte do Forest Insight, da UFV, no Brasil, em 2019, e de ser a  única startup brasileira selecionada para o Salto Growth New Norm, promovido por fundadores das principais startups da Estônia, em maio deste ano.

Já em setembro, a Flareless, também da Quiron, foi aprovada para o Batch da Plug and Play Insurtech, estando apta a construir produtos e serviços para as maiores seguradoras do mundo. 

“Temos a certeza que estamos no caminho certo”

Responsável pela busca de parcerias com o objetivo de trazer mais usuários à Quiron, além da gestão administrativa, financeira e planejamento estratégico do negócio, Gil Pletsch, CEO da Quiron, comentou estar muito feliz com a projeção que a startup já atingiu, já projetando como será 2021.

“A gente vem participando de muita coisa, e está corrido nesses últimos tempos. Fomos lapidando o discurso, e ontem tivemos a grata surpresa de ser a startup de primeiro lugar na Banca do Agronegócio. Ter esse reconhecimento foi bem legal. Já começaremos o ano trabalhando a mil por hora. O ano não acabou ainda, tem uma semana, duas pela frente. Temos muitas novidades para vir. Conseguimos a nossa primeira venda fora do país, em Portugal. Tem muita coisa pra acontecer no ano que vem”, sugere. 

Foto do perfil de Gil Pletsch
Gil Pletsch é CEO da Quiron// Crédito: Redes Sociais

Já o Diretor de Marketing da Quiron, Diogo Machado, falou um pouco mais sobre o que o InovAtiva representou para a startup e o aprendizado que a iniciativa proporcionou.

“O InovAtiva é o maior programa de aceleração do Brasil. Já acelerou mais de 1000 startups e é um projeto nacional, que tem uma visibilidade muito grande. Considerando a dificuldade de entrar no InovAtiva, já que apenas na quarta vez que submetemos o projeto conseguimos passar no processo, também é algo bem interessante. O InovAtiva em si é muito legal, são mentorias semanais de diversos assuntos. Foi muito bom porque a gente conseguiu colocar a equipe Quiron nessas mentorias, então balizamos muito nossos colaboradores, para entender o perfil do que é uma startup, no modelo que funciona. Para a nossa equipe foi excelente, para refino da modelagem de negócio foi excelente, principalmente no alinhamento do discurso, foi muito bom. Depois dos pitches, ser considerada a melhor startup Agro, dentre as participantes, é ter a certeza que a gente está no caminho certo, e passo a passo a gente vai estruturando e concretando o caminho. Tá todo mundo muito nivelado, foi super importante para a gente. O InovAtiva foi muito  interessante por todos esses passos, e isso traz uma visibilidade bem grande, para procurar investidores, parceiros e conselheiros, e outras possibilidades. É um processo e uma premiação muito válida, principalmente para o Ecossistema de Lages, que pode incentivar outras startups a trilharem o mesmo processo. Isso é extremamente válido”, valoriza Diogo. 

Na conversa final com os premiados da edição do InovAtiva, Diogo falou sobre os diferenciais da aceleração. 

“O Inovativa é um programa super completo, já participamos de vários programas na Estônia, Vale do Silício e o Inovativa é o mais completo de todos porque engloba muitos assuntos com um tempo longo, refinando muito a modelagem de negócio, e o nosso posicionamento. Todas as mentorias foram ótimas. A gente conseguiu colocar todo mundo da equipe em sintonia porque tem alguns muito técnicos, outros que entendem muito de startup, e a gente botava a equipe técnica para as mentorias. Assim, hoje todo mundo está falando a mesma língua. Tá todo mundo muito nivelado, foi super importante para a gente”, ressaltou. 

Diogo Machado
Diogo Machado é diretor de Marketing da Quiron// Crédito: Redes Sociais

O maior programa de Aceleração de Startups da América Latina

O InovAtiva Brasil é o maior programa de Aceleração de Startups da América Latina.  Em sete anos já foram submetidos mais de 12 mil projetos, com 3 mil startups treinadas e mais de 1.100 startups aceleradas. Fundamental para negócios inovadores e com poucos anos de vida, as acelerações oferecem capacitação, conexão e mentoria para negócios inovadores. Com dois ciclos por ano, em cada edição são selecionadas até 160 startups para uma aceleração online de até 4 meses. No final do processo, as startups participam do InovAtiva Experience, evento de conexão com líderes-chave do mercado em que empreendedores e empreendedoras se apresentam para uma banca de investidores, grandes empresas e aceleradoras. A Quiron foi avaliada como a melhor startup de Agronegócio nesta edição de 20.2, em que 113 startups participaram.  

Atualmente, o programa é coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia e pelo Sebrae. A partir do terceiro ciclo, no início de 2015, a Fundação CERTI, com sede em Florianópolis, foi selecionada para operacionalizar o programa. A Fundação possui experiência na elaboração de projetos como Sinapse da Inovação, uma iniciativa que apoia o nascimento de centenas de startups em estados brasileiros e desenvolve Parques Tecnológicos em todo o país.

Sem comentários
Poste um Comentário

10 − 5 =