fbpx

✅ Redes Sociais

🌎 Mapa

Blog

Startups de Lages são destaque nacional neste início de 2021 

Apesar dos efeitos da pandemia, as startups do Orion estão voando neste início do ano! Nossas startups inseridas no ecossistema de inovação da região serrana foram destaque nacional em grandes veículos, mostrando resultados impactantes. Confira abaixo nossa retrospectiva dos três meses históricos com empreendedores que fizeram o Orion Parque Tecnológico decolar!

Neste mês de março, mostramos um dos maiores resultados para o nosso ecossistema, ao trazermos que a Quiron, startup especializada no monitoramento remoto de ameaças florestais, utilizando tecnologias para predição de incêndios e sanidade florestal, recebeu aporte de R$ 750 mil reais de investidores da Anjos do Brasil. O dinheiro aportado agora, vindo de um grupo de entusiastas investidores, consolida o mercado do monitoramento de ameaças de sanidade florestal, que está em ascensão, mesmo no período de pandemia. 

Marcos Benedito Schimalski, Gil Pletsch , Leonardo Hampell e Diogo Machado, empreendedores da Quiron

A startup foi notícia em vários portais nacionais, como o PEGN e Globo Rural. Em Portugal, onde a Quiron já atua, saímos no AgroPortal, um dos mais acessados portais do agronegócio por lá. Por aqui, também aparecemos em vários outros sites voltados para o mundo startup, como SC Inova, Economia SC, Baguete e ACATE, e também sites especializados como o Mais Floresta.

Outra grande projeção se deu quando o ecossistema de inovação da região foi notícia no Infomoney – o maior site especializado em mercados, investimentos e negócios do Brasil e um dos 15 maiores do planeta. A Serra Catarinense entrou no radar do portal destacando os resultados do investimento em inovação na região, graças ao apoio do Orion Parque e parceiros locais. Nossos representantes do ecossistema ilergic e NDD deram entrevista, mostrando-se como representantes de empresas referências em ecossistemas do interior, na matéria que analisa as “fábricas de startups” no interior do estado.

Fernando Blomer e Salomão Eineck, da Beer Hub

Mais um ótimo desempenho foi o resultado conseguido pela startup Beer Hub, empresa incubada no Orion que montou um clube de assinatura para apreciadores de cerveja. Depois de ser  campeã do programa Nascer em Lages, em 2020, ela passou no edital de seleção do Programa Inovatur, desenvolvido em cooperação entre a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapesc) e a empresa Gestalt Open Innovation. Os projetos selecionados vão receber entre R$19 mil e R$23 mil de apoio financeiro para concretizar a ideia de negócio.

Test Drive do Imóvel repercutiu também na revista Giro Imobiliário, em julho de 2020

No domingo, dia 07, a startup incubada do Orion que está revolucionando o mercado imobiliário, com o Test Drive do Imóvel, da Camaro Imobiliária, foi destaque no Tech SC, contando como foi o desenvolvimento de um novo modelo de venda de imóvel. A startup oportuniza que locatários possam, no futuro, utilizar o dinheiro investido no pagamento de aluguel como valor de entrada, caso queiram adquirir o imóvel.  

Já na quarta-feira (17), nossa empreendedora Maria de Lourdes Magalhães, da Scienco, foi destaque na matéria da revista Época Negócios, com o projeto de um novo teste para detecção do novo coronavirus, causador da covid-19. A iniciativa indica o diagnóstico da doença através da saliva, e já está em análise na Anvisa, podendo chegar ao mercado em dois meses. Ano passado trouxemos a notícia que a Scienco tinha sido contemplada com um edital para viabilizar recursos para o desenvolvimento de formulações sinalizadoras para a detecção do novo coronavírus.   

Hemerson Schenato, líder de startups e Empresas do Orion Parque

Nas palavras de Hemerson Schenato, líder de startups e empresas do Orion Parque, isso é um indicativo do impacto que novas startups e empreendedores dedicados trazem para nosso ecossistema em desenvolvimento.

“Essas notícias nos deixam muito orgulhosos, porque é o reflexo da dedicação e do trabalho duro dos nossos empreendedores. Isso mostra que o nosso ecossistema fica cada vez mais maduro e que as nossas soluções, os negócios desenvolvidos localmente, também tem uma força e podem ser competitivos em âmbito nacional e até mesmo internacional. Nós estamos conseguindo mostrar a nossa força e ter o nosso espaço, o que é diferente de quando estamos em um ecossistema já desenvolvido”, comenta.

 

Sem comentários
Poste um Comentário

8 + dezenove =