fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Inédito no Brasil, Turma da Árvore apresenta condomínio 100% sustentável

No pré-lançamento do empreendimento Condomínio Bosque das Laelias, empresa residente relembrou crescimento e faturamento recordes de 2019 

Sempre atenta às novidades de crescimento sustentável e tecnologias amigas do meio-ambiente, a empresa residente no Orion Parque Turma da Árvore e sua parceira Construtora Turma da Árvore, fizeram o pré-lançamento do condomínio Bosque das Laelias na tarde da última terça-feira (17/12), no Hall do Orion Parque.

O empreendimento, na cidade de Painel (SC), tem o objetivo de cultivar o contato com a natureza e aprofundar a vida e seu bem-estar. Morar bem está entre os desejos fundamentais da vida contemporânea. Sustentabilidade qualidade de vida, simplicidade, grandes áreas verdes, espaços abertos, segurança e lazer são os princípios do projeto “Condomínio Bosque das Laelias”.

De acordo com o presidente da Turma da Árvore, Alessander Comandolli, a proposta é fazer com o que condomínio seja uma experiência para um projeto ainda maior, de cidade sustentável. “A ideia do condomínio é nós aprendermos a fazer o projeto, que nós já temos, de criar uma cidade sustentável. O projeto é esse. O Bosque das Laelias será o primeiro condomínio 100% sustentável do Brasil. Nós já estudamos alguns lugares do mundo e não encontramos nada com essa proposta. Nosso objetivo é aprender com ele, com as 211 famílias morando lá, para que depois possamos replicar isso para cidades maiores e até criar uma cidade 100% sustentável”, afirmou Alessander.

Com construções sustentáveis, a Turma da Árvore e a Construtora Turma da Árvore já vem construindo barragens, prédios e casas com o conceito de sustentabilidade e também de economia. “Queremos começar a mudar o mindset das pessoas, para viver num ambiente melhor que a gente vive hoje. Por exemplo, esse condomínio não vai sair lixo dali, de dentro pra fora, tudo vai ser reprocessado ali dentro, incluindo plástico, vidro e tudo mais. Tudo que é orgânico será feito uma horta comunitária, para que as pessoas vivam com uma qualidade de vida melhor. Todas as tecnologias que a Turma da Árvore desenvolveu serão usadas no condomínio, como paredes com isopor, Tuk-Tuck solar, máquina de triturar vidro, ou seja, tudo que impacta menos o meio ambiente. Não faz sentido tirar areia do rio para construir casas, por exemplo. Com isso teremos menos problemas nas casas, que terá menos fissuras, vamos economizar com pintura. Ali conseguimos aplicar 100% das técnicas da Turma da Árvore”, afirmou o líder da equipe.

De acordo com Claiton Camargo, diretor-executivo do Orion Parque, a expectativa é que o empreendimento seja mais um sucesso da Turma da Árvore, que em setembro foi a primeira do Parque Tecnológico a alcançar a marca de mais de R$ 1 milhão faturado no ano – e que já conseguiu dobrar esse valor antes mesmo do fim de ano. “Esse empreendimento vai ser um grande sucesso. Como Orion Parque e demais envolvidos, buscamos que o Centro de Inovação seja usado para fomentar ainda mais essas novas descobertas e criações”, ressaltou.

Construções amigas do meio-ambiente e da natureza não precisam ser mais caras

Uma equipe de projetistas e arquitetos, juntamente com construtores da Turma da Árvore, poderão se responsabilizar por todo projeto e execução das obras nos terrenos comercializados. Mas cada unidade vendida poderá ter a seus empreendimentos construídos de forma independente da Construtora. “Caso o cliente deseje, vamos dar todo o apoio para que esses princípios da casa tenham um custo menor que o custo tradicional. Ao contrário do que as pessoas imaginam, que aumente o preço e o custo. Inicialmente, quando começou esse conceito, há uns seis anos, em Blumenau (SC), por exemplo, foi criado uma casa 100% sustentável, mas que custou R$ 4,5 milhões. Então é sustentável para quem? Apenas para os ricos? O conceito da Turma da Árvore é ser um projeto sustentável para todas as classes sociais – de A à F.”, lembrou Alex.

Origem do nome

O nome remete à flor Laelia Purpurata, que se tornou a flor símbolo oficial do estado de Santa Catarina.  A sua descoberta para a ciência aconteceu em 1847, por François Devos no litoral da então província imperial de Santa Catarina, hoje, o município de Florianópolis. Muito popular e admirada, a Laelia representa beleza e exuberância.

Terreno

A área total do condomínio será de 1.400.000 metros quadrados. Cada vila terá o nome de uma árvore. Os terrenos serão de 1.500 metros quadrados, com estradas planejadas. Todas as casas passarão por avaliação, devendo manter critérios sustentáveis. Além dos terrenos, o condomínio contará com áreas comuns, como Salão de Eventos, Capela, Pousada e Torre do Mirante. As vendas já começaram, mas o condomínio será lançado oficialmente em março de 2020.

Conheça em detalhes o condomínio

Sem comentários
Poste um Comentário