fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Dinamizando ações para combater a crise, Orion Parque e Prefeitura de Lages atualizam parceria

Programa de reestruturação de empreendimentos dará nova roupagem ao Parque Tecnológico, que segue criando startups e promovendo a inovação na região

Levando em consideração aspectos econômicos e vulnerabilidades encontradas por empreendedores e projetos locais, afetados severamente pela pandemia do coronavírus, o Orion Parque Tecnológico e a Prefeitura de Lages lançam, juntos, o Programa de apoio e reestruturação de pequenos negócios locais para retomada econômica e mitigação dos efeitos da crise causada pela COVID-19. 

O novo programa será tema da live de lançamento nas redes sociais do Orion Parque nesta segunda-feira (27/04), às 19h. Participam o prefeito Antonio Ceron e o presidente do Conselho de Administração do Orion Parque Valmir Tortelli.

Os objetivos das ações, segundo o diretor-executivo Claiton Camargo de Souza, é ajudar Lages e os lageanos nesse momento de aflição por conta dos problemas que negócios locais podem passar.

“Queremos ajudar a cidade e dar suporte para os pequenos negócios e microempreendedores individuais (MEIs), que infelizmente sofreram muito com a parada por conta da COVID-19. Nós resolvemos desenvolver esse programa em parceria com a  prefeitura, para poder dar suporte para esse público, um suporte de apoio de gestão, de necessidade de uso da tecnologia, de se poder capacitar. Isso envolve também os projetos sociais da cidade, que já existem, e podem ser melhor estruturados, com estratégias de gestão, para que eles permaneçam e não sejam ações e iniciativas pontuais, que depois não se conseguem se sustentar”, afirmou. 

As sete medidas elaboradas pela equipe do Instituto Orion, durante o mês de isolamento e trabalho de casa, tem as seguintes propostas: 

 1. Uso facilitado dos espaços do Centro de Inovação:

  • 1.1. Abertura de um Coworking Público, com acesso aos serviços oferecidos às empresas do Orion;
  • 1.2. Disponibilização de espaços para negócios locais com dificuldades de manter seus atuais espaços;

2. Implantação do Programa de Aceleração de Pequenos Negócios Locais;

3. Implantação da Aceleradora de MEIs;

4. Implantação da Aceleradora de Projetos Sociais;

5. Adaptação plataforma online de fomento ao empreendedorismo universitário (Reuni) para apoio remoto de todos os tipos de negócios locais:

  • 5.1. Reuni para todos;
  • 5.2. Reunidos somos mais fortes;
  • 5.3. Reuni Challenge COVID-19;

6. Programa de valorização, incentivo e divulgação de negócios locais;

7. Facilidade na contratação de colaboradores. 

Entre os principais problemas identificados, que afetam diretamente não só startups e empresas inovadoras, mas também os pequenos comércios, microempreendedores e  empreendedores individuais, mapeados pela equipe, estão: paralisação das atividades nos pequenos negócios e redução do faturamento; empreendedores locais com dificuldades de manter suas atividades; probabilidade de redução do número de MEI´s e pequenos negócios;  possível aumento na taxa de desemprego regional; desafios em utilizar a tecnologia para redução de custos, maximização de produtividade e vendas; crescimento da vulnerabilidade social e sobrecarga da estrutura de assistência social do município e dificuldade dos projetos sociais independentes de atender as demandas das comunidades neste momento. 

Identificação e mapeamento das necessidades

A estratégia adotada pela equipe foi a de entender o problema e encontrar hipóteses, buscando soluções que fossem próximas àquelas que já eram iniciativas do Orion Parque, mas que podiam ser adaptadas às realidades do momento.

“Essa é uma atitude que o Orion está tomando para auxiliar a sociedade, usando a competência e a estrutura que o Parque Tecnológico tem para auxiliar a cidade nesse momento. Como exemplo podemos falar da disponibilização do coworking público e dos espaços físicos dentro do Centro de Inovação, medidas que são importantes para empreendimentos que tinham dificuldade de se vincular ao Orion tradicionalmente, por não terem um aspecto tão ligado à inovação. Estamos estendendo a parceria que já temos com o município, que é dona do espaço público onde é instalado o Parque Tecnológico”, lembrou o executivo do Orion.  

Também atual secretário de saúde de Lages, Claiton ressaltou o quanto as ações impactarão no desenvolvimento do município, lembrando que a prefeitura vai poder ajudar os empreendedores, indiretamente. “A prefeitura será uma das promotoras dessa ação, junto conosco, e isso é muito importante porque graças a eles teremos auxílio, não apenas no processo de divulgação, mas também no acesso à Secretaria de Desenvolvimento, ao cadastro de MEIs da cidade, pra gente saber quem são esses públicos e podermos acompanhá-los no desenvolvimento desses programas. O grande beneficiado, na verdade, será a cidade. Assim, a Prefeitura vai estar, através, do Orion Parque, ajudando o município dessa forma, considerando que, no momento, a administração municipal não tem como executar essa atividade de suporte aos empreendimentos, que é tão necessária”, acrescentou o empreendedor e diretor-executivo do Parque. 

Conheça em detalhes o funcionamento de cada um dos programas 

Uso facilitado dos espaços do Centro de Inovação

Com as medidas de combate a COVID-19 (proibição da realização de eventos e atividades com aglomeração de pessoas), alguns espaços do Centro de Inovação ficarão ociosos, e com a dificuldade de alguns empreendimentos em manter seus espaços atuais, permitiremos o acesso dos empreendedores às salas do Centro de Inovação com os seguintes benefícios: acesso a internet gratuita, água e energia sem custo ao empreendedor; empréstimo de notebooks (quantidade limitada), uso do serviço de recepção e sala de espera e local reservado para atendimentos.

Para fazer parte da iniciativa, os empreendedores participarão de um edital simplificado para utilização dos espaços (sem necessidade de inovação), preferencialmente para MEI’s e Pequenos Negócios Locais.

Coworking público: Será disponibilizado para pequenos negócios o coworking, que é o ambiente de uso compartilhado do Orion Parque, com cadastro e disponibilização de pontos de trabalho gratuitos, preferencialmente para uso de MEIs e Pequenos Negócios locais e acesso ao programa de pequenos negócios ou MEI’s;

Disponibilização de salas e auditórios: Serão disponibilizados as salas e auditórios do Centro de Inovação para pequenos negócios* se instalarem, com acesso a metodologia de acompanhamento, já desenvolvida em parceria com a Prefeitura de Lages, subsídio para o custo de manutenção do espaço físico e acesso ao programa de pequenos negócios ou MEI’s.

*Atividades conforme diretrizes estabelecidas

Raiane Macedo, líder do escritório de projetos Gênesis, comenta sobre a iniciativa

Por conta do prédio ser público, precisamos que a forma de ingresso das empresas seja por meio de edital. Será um edital exclusivo para uso do espaço, com documentação simplificada para facilitar o acesso dos empreendedores

Aceleradora de Pequenos Negócios Locais

Programa onde os pequenos negócios locais terão acesso a treinamentos para potencializar seus empreendimentos, de forma gratuita, nas seguintes áreas: Gestão Financeira; Gestão de Negócios; Planejamento Estratégico; Contabilidade; Jurídico;  Inovação; Marketing; Vendas e Tecnologia

Os pequenos negócios locais* serão incluídos na metodologia de acompanhamento já utilizada com as empresas  residentes  no  Centro  de  Inovação, desenvolvida no projeto em andamento, junto à Prefeitura de Lages, recebendo acompanhamento aproximado da equipe do Instituto Orion e parceiros estratégicos.

* Restritos aos participantes do Coworking e/ou Espaços Físicos.

Aceleradora de MEI’s

Será realizado um trabalho aproximado entre a prefeitura e o Orion Parque para a aceleração de MEI’s da cidade de Lages. Os empreendedores receberão materiais e mentorias de forma gratuita* para o desenvolvimento do negócio, e poderão ter acesso, conforme disponibilidade, nos seguintes serviços: Coworking Público, Metodologia de aceleração e Acompanhamento aproximado da equipe do Instituto Orion.

*Sem limite de participantes

Aceleração Projetos Sociais

Os empreendedores sociais terão acesso a metodologia de aceleração de projetos sociais*, buscando a capacidade de execução e expansão dos projetos neste momento de crise. Será uma aceleração de 3 meses em 6 encontros quinzenais, com os seguintes temas: Inovação social/mindset, jurídico/contábil, Finanças, Estratégia, Gestão de projetos e captação de recursos e Marketing. 

*Sem limite de participantes.

Hemerson Schenatto, líder do setor de empresas e startups do Orion Parque, também comentou sobre a iniciativa

“Buscaremos fornecer conhecimentos e práticas de gestão de pequenos negócios para que a gente consiga nivelar conhecimento do pessoal da região, que é realmente necessário nesse momento de crise. Queremos abordar itens que eles normalmente não têm contato, que é importante para a gestão como um todo dos negócios, incluindo desde coisas básicas sobre fluxo de caixa, gestão financeira e gestão estratégica, além de falarmos sobre inovação e tecnologia em cima do negócio”

REUNI

A plataforma do programa de Empreendedorismo Universitário (REUNI) será aberta para toda sociedade cadastrar ideias de novos empreendimentos, para negócios já existentes e desafios para combate a COVID-19.

Serão executadas três versões:

Reuni para todos – A plataforma REUNI será aberta para toda sociedade, para cadastramentos de ideias para criação de novos empreendimentos (pré-incubação), com o apoio do Orion. Por meio da plataforma, serão oferecidos acesso às mentorias e workshops da ferramenta, além de possibilidade de encontrar investidores locais para novas ideias;

Reunidos somos mais fortes – A plataforma REUNI será aberta para cadastro de pequenos negócios já existentes, para receber o apoio do Orion. As propostas selecionadas serão incluídas na aceleração, terão acesso às mentorias e workshops e à possibilidade de encontrar sócios para os empreendimentos com fragilidades.

Reuni Challenge COVID-19 – Criação de um desafio para universitários com a temática: “Como desenvolver a região serrana após impactos do COVID-19”, abordando as seguintes áreas de atuação: Saúde, Assistência Social, Logística e Economia;

Divulgação e incentivo de negócios locais*

Serão desenvolvidas ações de divulgação dos negócios locais, para o fortalecimento e incentivo dos empreendimentos e do consumo local. Serão realizadas entrevistas com as empresas, com a valorização dos produtos e serviços, além da divulgação de produtos nas mídias sociais. A iniciativa também dará apoio e orientação de uso de tecnologias para divulgação dos negócios em mídias digitais.

*Ação em parceria com Sebrae e CDL Lages

Facilidade de contratação de colaboradores

Possibilidade de fornecimento de bolsistas para empresas com desafios econômicos através de política de bolsas, vinculados a projetos (inovadores ou não) aprovados pelo Orion. A iniciativa terá o acompanhamento de um plano de trabalho dos bolsistas, com valores diferenciados e prioridade para empresas/projetos vinculados ao Orion.

Conheça as metodologias e tecnologias utilizadas para o andamento das ações

Os participantes dos programas terão acesso às tecnologias e metodologias desenvolvidas pelo Orion Parque.

  • Metodologia de incubação e acompanhamento de negócios Bellatrix;
  • Ferramenta de acompanhamento de empresas e vídeo-aulas
    KUBO;
  • Ferramenta de submissão de ideias REUNI;
  • Rede de mentores;
  • Metodologia de Aceleração de Projetos Sociais.

Sem comentários
Poste um Comentário