fbpx

 

Siga a gente nas redes sociais!

Blog

Chamada Pública recebe inscrições de voluntários e projetos de combate à violência contra mulher

Durante duas semanas, candidatos e projetos – em execução ou na fase de ideias – poderão se candidatar a receber mentorias e acompanhamento

Preocupado com os recentes casos de violência contra mulher, que repercutiram recentemente, ganhando visibilidade nacional e, infelizmente, mostrando o quanto é necessário ainda discutirmos sobre o machismo e diversos aspectos de comportamentos agressivos, o Orion Parque lança uma Chamada Pública para ideias e projetos de combate à violência contra a mulher. 

A iniciativa aceita o registro de duas formas: a) cadastro de ideias e projetos de combate à violência contra a mulher – seja ele em execução, na fase de ideias ou ainda com apenas o projeto escrito; e a captação de b) voluntários que desejem participar dessas ações e projetos, gratuitamente, ajudando os responsáveis pelos projetos na estruturação, desenvolvimento e elaboração deles. 

O objetivo é mostrar projetos e ações que visem a eliminação de todas as formas de violência contra todas as mulheres e meninas, através da captação de ideias e projetos em andamento, e também para convocação de pessoas físicas, que farão parte de um banco de dados de interessados em participar de futuras ações voltadas ao enfrentamento à violência contra a mulher. 

O edital estará aberto para receber candidaturas até o dia 25/08 (terça-feira). Os candidatos inscritos como voluntários das ações serão convidados a participar delas mediante disponibilidade de tempo, podendo optar por auxiliar e definir tempo de dedicação durante o prazo de duração das propostas. Além disso, o acompanhamento dos projetos será realizado conforme necessidade de cada projeto/ação e disponibilidade do Instituto Orion, entidade que gere o edital. 

O envio de proposta de ideias de ação ou de projetos em andamento no combate à violência contra a mulher devem ser preenchidas no formulário disponível no link: https://plid.in/chamadapublicaorion

Já os interessados em participar das futuras ações de combate à violência contra a mulher, sem remuneração, devem se cadastrar no formulário no site https://plid.in/voluntarios

Os projetos inscritos passarão por uma Comissão de Avaliação, que analisará as propostas dos participantes conforme os critérios citados no edital, que pode ser visto aqui. 

Os critérios analisados serão: 

  • Adequação da Ideia ou Projeto ao tema: Combate à violência contra a mulher;
  • Clareza e objetividade da proposta apresentada;
  • Adequação do perfil aos objetivos e atividades da proposta;
  • Coerências da proposta com o prazo disponibilizado para acompanhamento; 

Ao final do processo de avaliação, a Comissão indicará as propostas aceites e aptas a participar do Programa de Aceleração de Projetos Sociais e Acompanhamento. A avaliação será feita em até 20 dias após a inscrição.

Reforço na inovação social

Para Marisa Freitag, do Escritório de Projetos do Orion (Gênesis), mobilizadora do Mulheres Connect e uma das responsáveis por idealizar o edital, a iniciativa busca integrar ainda mais esses projetos ao ecossistema de inovação, que tem também na inovação social uma força mobilizadora. 

“O Centro de Inovação e o Parque Tecnológico não poderiam somente repudiar os acontecimentos das últimas semanas sem se esforçar em auxiliar a comunidade e aqueles que lutam para combater a violência contra a mulher. Estamos constantemente trabalhando o ecossistema de inovação e, por isso, chamamos aqueles que trabalham com o tema para que tragam as suas ideias e projetos para serem mentorados e acelerados pelos programas do parque tecnológico. O Orion apoia a inovação, que também passa pela inovação social, já trabalhada na Aceleração de Projetos Sociais. É isso que nos propomos a fazer: tentar deixar a humanidade em constante evolução”, lembra.

Sem comentários
Poste um Comentário